Igreja

Igreja celebra o Dia Mundial da Infância Missionária

Igreja 06/01/2021/ 14:36:09
Igreja celebra o Dia Mundial da Infância Missionária

Secretariado Internacional da Pontifícia Obra da Infância Missionária propôs como tema para a data, o testemunho

Da redação, com Pontifícias Obras Missionárias 


As Pontifícias Obras Missionárias promovem nesta quarta-feira, 6, o Dia Mundial da Infância Missionária. Neste dia, é lembrado como crianças e jovens de todo o mundo se sentem parte de uma única família, o povo de Deus, e caminham juntos com o compromisso de anunciar Cristo e de torná-lo conhecido por aqueles que nunca ouviram falar dele. 

Ao final do Angelus de hoje, Solenidade da Epifania – celebração da manifestação de Deus aos povos, o Papa Francisco recordou a data: “Agradeço aos jovens pela coragem de serem testemunhas de Jesus, levando a fraternidade”

“Este ano o Secretariado Internacional da Pontifícia Obra da Infância Missionária propôs a todas as Direções nacionais, como tema comum para o ano de 2021, o testemunho”, explica a Secretária Geral, Irmã Roberta Tremarelli.  “Sede minhas testemunhas, é o convite que Jesus dirige aos seus discípulos e, portanto, a todos os batizados, independentemente da idade”. 

As crianças e os jovens que participam das atividades missionárias da infância ao longo do ano, conta a religiosa, se comprometem a ter um coração aberto ao amor de Deus e às necessidades dos outros. “Durante o Dia Missionário da Infância, em particular, eles têm a oportunidade de compartilhar seu compromisso na oração e na oferta”.

As crianças e os jovens são os principais protagonistas da animação missionária em todo o mundo. Eles são jovens discípulos missionários que evangelizam com oração e testemunho em casa, na escola e nos ambientes que frequentam com seus colegas.

Este ano, devido à pandemia, muitas Jornadas Missionárias da Infância não poderão ser celebradas a nível nacional com um encontro de todas as crianças e jovens, sendo celebrada apenas a nível paroquial e de grupo, explica a religiosa.

“A possibilidade de usar as redes sociais dará a oportunidade de ampliar a participação, então posso dizer que, apesar da dificuldade desse momento marcado pela pandemia, teremos a oportunidade de encontrar mais pessoas, mesmo que seja virtualmente”, comenta Irmã Tremarelli. 

Muitas direções nacionais já organizaram o Dia das Crianças com slogans e materiais adequados para convidar as crianças e os jovens a se comprometerem e se envolverem no carisma proposto pela Sociedade Missionária Infantil.

O envolvimento das crianças, graças à sua sensibilidade, envolve também o de suas famílias. “Portanto, o primeiro lugar onde as crianças são testemunhas é justamente na família. É um testemunho recíproco: os pais dão testemunho aos filhos da sua fé e ao mesmo tempo os filhos e os jovens testemunham aos pais o compromisso de pensar nos outros, nos que estão para além da sua família, para além da sua vizinhança, além do próprio país”. 

Irmã Tremarelli prossegue: “Durante um encontro digital com crianças, adolescentes, animadores e diretores diocesanos, um menino me perguntou: ‘Já rezamos todos os dias pelas crianças do mundo inteiro segundo o Carisma, mas como podemos realizar a oferta de sacrifício e a coleta de ofertas materiais hoje?’. Este menino estava preocupado porque devido à pandemia eles não podiam se encontrar e então ele perguntou como poderia coletar e oferecer seu pouco dinheiro para ajudar as crianças do mundo. Isso me chamou a atenção porque mostra que na realidade nas crianças e jovens existe uma preocupação real com os outros”.

Envolver-se na Obra Missionária da Infância e da Adolescência ajuda crianças, jovens, famílias e animadores a abrirem o coração aos outros e a olharem para os horizontes infinitos que Jesus nos indicou, concluiu a religiosa.


Fonte: Canção Nova

Outras Notícias