Produtores se unem e pedem que medidas sejam tomadas para melhorar preço do leite

Muitos produtores de leite estão vendendo suas propriedades e buscando novas alternativas de renda devido ao valor que é pago pelo litro pelos laticínios. Eles alegam que o custo da produção está inviabilizando a manutenção dos rebanhos e como as commodities de lavouras brancas e café estão gerando melhores resultados, eles estão migrando para esse ramo de produção.

Para tentar buscar uma solução, foi realizada uma reunião nesta quinta-feira, 28 de maio no Sindicato Rural de Patrocínio, onde estiveram presentes além da classe, autoridades políticas, onde houve a cobrança para que fossem tomadas medidas para que o produtor possa ter um lucro melhor naquilo que tem que ser trabalho 7 dias por semana.

O presidente do Sindicato Rural, Marcone Malagoli ao Dianews.com.br e a Capital FM 107,3 frisou que esse é um problema de anos e foi mais além ao enfatizar que o produtor de leite é muito desunido.

“Isso não é de agora”. A maior dificuldade do mundo é o preço do leite. Eu tiro leite há 35 anos e sempre enfrentamos esses problemas e o maior que eu acho é a desunião do produtor, porque hoje tem o produtor grande que vai lá, as firmas pagam aquele preço, tem o médio e o pequeno. Então eu não vejo essa união, eu estou aqui nesse Sindicato há mais de 20 anos e nunca vi assim uma força para todos os produtores se unirem então eu acho uma coisa muito difícil, mas a gente tem que lutar pra ver se faz alguma coisa”, destacou.

Presente no encontro, a deputada federal Greyce de Queiroz Elias, membra da Frente Parlamentar da Agricultura em Brasília, pontuou que está com os produtores para somar forças e lembrou que um grupo de trabalho tem trabalhado para discutir o preço mínimo do leite.

“Eu e outros deputados de outros Estados também estamos lutando para que isso aconteça dentro do MAPA, dentro do Ministério da Agricultura, não é uma coisa fácil, mas a gente sabe que com trabalho, dedicação e seriedade a gente acaba conseguindo sensibilizar não só a Ministra Tereza Cristina como os técnico também do Ministério para que isso aconteça”, pontou a deputada.

Atualmente o produtor tem recebido pelo litro do leite o valor entre R$ 1,21 e R$ 1,25 e as despesas para a manutenção dos rebanhos fica bem além acima do que é pago.

Outras Notícias

SINE projeta retorno do programa Jovem Aprendiz para os próximos meses

A unidade do Sistema Nacional de Emprego em Patrocínio retornará com o projeto Jovem Aprendiz, tão logo a pandemia da...

Nova Lei irá conceder auxílio financeiro ao setor cultural

Sancionada na última segunda-feira (29) a Lei de Emergência Cultural nº 14.017/2020, batizada de Lei Aldir Blanc, ins...

Instalação da Central de Videomonitoramento do Governo Municipal está em fase final

Montada na sede do 46º Batalhão de Polícia Militar, a central do Sistema de Videomonitoramento da Prefeitura de Patro...

Cirurgias eletivas agendadas na Santa Casa são suspensas

Através de nota divulgada nesta terça-feira, 30 de junho, a Santa Casa de Misericórdia Nossa Senhora do Patrocínio in...

Homem perde controle da direção e capota caminhonete na BR 365

O Corpo de Bombeiros socorreu duas vítimas de um capotamento no km 488 da BR 365 na tarde desta segunda-feira, 29 de ...

Professores realizam chamada virtual para identificar presença do aluno em aulas remotas

As aulas na rede estadual de ensino estão sendo realizadas de forma remota uma vez que não há previsão para quando se...