A pomba é um dos elementos mais presentes na arte litúrgica

O significado da imagem da pomba na Bíblia


De todos os antigos símbolos mediterrânicos adotados pela igreja cristã, a pomba foi provavelmente a mais repetida na arte litúrgica, que inclui vasos de ritual, lâmpadas, paredes de catacumbas, túmulos, sarcófagos e edifícios. Mas por quê?

Quase todos os artistas cristãos escolheram a pomba para representar o Espírito Santo. Naturalmente, há razões bíblicas claras e diretas para isso, encontradas tanto no Antigo como no Novo Testamento, do Gênesis aos Evangelhos. Por exemplo, os comentários talmúdicos sobre o livro de Gênesis, bem como alguns dos pergaminhos do Mar Morto, afirmam que o Espírito de Deus pairou sobre a face das águas (Gn 1: 2) “como uma pomba que paira sobre seus filhotes sem tocar [neles]”, introduzindo o motivo da pomba no início de toda a narrativa bíblica.

Além disso, praticamente todos estão familiarizados com o papel desempenhado pela pomba na história do dilúvio: uma pomba trouxe a Noé um ramo de oliveira, anunciando o abatimento das águas e a ira de Deus. Essa narrativa levou judeus e cristãos a compreender o ramo de oliveira como um símbolo de paz e a pomba como seu arauto. Nas representações cristãs, a arca tornou-se naturalmente o símbolo da Igreja, Noé a da alma cristã (a quem a pomba traz a paz) e o dilúvio uma prefiguração do batismo cristão.

Além disso, encontramos a figura do pombo nos Salmos e no Cântico dos Cânticos de Salomão. Neste último, o noivo compara sua noiva a uma pomba (“Oh, minha pomba nas fendas da rocha […] deixe-me ver seu rosto, deixe-me ouvir sua voz”). 

Os povos antigos no Mediterrâneo já sabiam que os pombos são monogâmicos e formam fortes laços como pares ao longo da vida. De fato, alguns textos antigos afirmavam (imprecisamente) que pombas matavam aqueles que cometiam adultério. A pomba, então, não seria apenas o símbolo da paz, mas também da pureza e fidelidade.

Algumas outras fontes antigas do Mediterrâneo (cretense, principalmente) insistiam no fato de a pomba não ter vesícula biliar e, consequentemente, não conhecer a malícia. No entanto, é nos relatos evangélicos do batismo de Jesus que encontramos a associação cristã definitiva do símbolo da pomba e do Espírito Santo. Todos os quatro Evangelhos se referem ao batismo de Jesus por João no rio Jordão, mas enquanto Mateus, Marcos e João diriam que o Espírito desceu do céu “como uma pomba” (uma formulação muito aberta à interpretação), Lucas prefere dizer o Espírito “desceu sobre ele em forma corpórea, como uma pomba” (Lc 3,22), aparentemente levando a “metáfora da pomba” um passo adiante. 

Uma vez aceita como emblema evangélico do Espírito Santo, a pomba seria então colocada acima da cabeça de Maria, descendo também do Céu no momento da Anunciação na arte (e às vezes alegoricamente ocuparia o lugar da própria Virgem, por causa das conexões que o Cântico dos Cânticos faz entre a pomba e a noiva escolhida sobre todas as outras mulheres), bem como em algumas representações do Pentecostes.


Aleteia

Outras Notícias

O homem que foi ordenado padre pelo próprio filho

Deu na revista O Cruzeiro, de outubro de 1968: “Na catedral metropolitana de São Paulo, um senhor, de idade avançada,...

Quanto custa uma batina?

O texto abaixo foi retirado do perfil no Facebook do recém-ordenado Diácono Allan Victor Almeida Marandola. Trat...

Pai remarca feijoada beneficente para filho de 5 anos após ninguém aparecer

A feijoada que o pai de família Valdeci de Souza Silva preparou com grande sacrifício no conjunto habitacio...

Fé explícita: Pan 2019 teve Ave-Maria e agradecimentos a Deus e Nossa Senhora

Os Jogos Pan-Americanos de Lima 2019 foram encerrados na noite de ontem – e, ao longo da competição, não faltaram mos...

Quais são as vantagens de se casar com seu melhor amigo(a)?

Pesquisadores do National Bureau of Economic Research, em Cambridge, Massachusetts, descobriram que a amizade tr...

Frade de 98 anos comove ao se ajoelhar perante o Santíssimo

O seminarista Ruan Alif registrou no Santuário Coração de Jesus, em Fortaleza, uma cena aparentemente comum, mas que ...