O Padre que fracassou

O Padre de um pequeno vilarejo chegou à igreja animado e motivado para realizar mais uma missa vespertina. A hora passava e o povo não chegava.
Depois de 15 minutos de atraso, entraram três crianças, depois de 20 minutos entraram dois jovens. Então o padre resolveu começar a missa com os cinco irmãos.
No decorrer da missa, entrou um casal que se sentou nos últimos bancos da igreja.
Quando o padre fazia a Homilia, entrou mais um senhor, meio sujo, com uma corda na mão.
Desapontado e sem entender o porquê da fraca participação dos fiéis, o padre conduziu a missa animado e pregou com dedicação e zelo.
Quando voltava para a casa foi assaltado e espancado por dois ladrões que levaram a sua pasta onde estavam sua Bíblia e outros pertences de valor.
Chegando na casa paroquial, fazendo os curativos das feridas, ele descreveu aquele dia como:
1) o dia mais triste da sua vida,
2) o dia mais fracassado do seu ministério,
3) o dia mais infrutífero da sua carreira.
Após cinco anos, o padre resolveu compartilhar essa história com a igreja. Quando ele terminava de contar a história, um casal de grande destaque naquela paróquia interrompeu-o e disse:
- Padre, o casal da história que se sentou no fundo éramos nós.
Estávamos à beira da separação em função de vários problemas e desentendimentos que havia no nosso lar. Naquela noite, decidimos por fim ao nosso casamento, mas, primeiro, decidimos vir à igreja para deixarmos as nossas alianças e depois cada um seguiria o seu caminho. Entretanto, desistimos da separação depois de ouvirmos sua homilia, naquela mesma noite. Como consequência, hoje, estamos aqui com o lar e a família restaurados.
Enquanto o casal falava, um dos empresários mais bem sucedidos que ajudava no sustento daquela igreja acenava, pedindo para falar e ao lhe ser dada a oportunidade disse:
- Padre, eu sou aquele senhor que entrou meio sujo com uma corda na mão.
- Eu estava à beira da falência, perdido nas drogas, minha esposa e meus filhos tinham ido embora de casa por conta das minhas agressões. Naquela noite tentei suicidar-me, só que a corda arrebentou. Então decidi comprar outra. Quando me pus a caminho para comprar uma outra corda, vi a igreja aberta, decidi entrar mesmo sujo com a corda na mão.
- Naquela noite, a sua homilia perfurou o meu coração e saí daqui com ânimo para viver. Hoje estou livre das drogas, minha família voltou para casa e me tornei o maior empresário do vilarejo.
Lá na porta da entrada da sacristia, o Diácono gritou:
- Padre, eu fui um daqueles ladrões que o assaltaram. O outro morreu naquela mesma noite, quando realizávamos o segundo assalto.
Naquela sua pasta, havia uma Bíblia. Eu passei a lê-la sempre que acordava pela manhã. Depois de tanto ler, resolvi participar dessa igreja.
O Padre ficou em choque e começou a chorar junto com os fiéis.
Afinal aquela noite que ele considerava como uma noite de fracasso foi uma noite muito produtiva.
MORAL DA HISTÓRIA
1- Exerça o seu chamado(trabalho/ missão) com dedicação e zelo independente do número de participantes.
2- Dê o seu melhor todos os dias, pois a cada dia você é um instrumento do bem para a vida de alguém.
3- Nos piores dias da sua vida você ainda pode ser benção na vida de alguém.
4- O dia que você considera como o dia mais infrutífero da sua vida na terra, na verdade é o dia mais produtivo no mundo espiritual.
5- Deus usa as circunstâncias ruins da vida para produzir grandes vitórias.
6- Nunca diga:" hoje Deus não fez nada", só pelo fato de seus olhos nada enxergarem!
Deus o abençoe!

(Autoria desconhecida)