Santo Padre enviou mensagem ao encontro internacional de oração de jovens “Mladifest”, que se realiza em Medjugorje de 1º a 6 de agosto

Papa aos jovens de Medjugorje: é Jesus quem dá sentido à vida

Da Redação, com Vatican News

O Papa Francisco enviou uma mensagem, em língua croata, aos jovens que participam do Festival realizado em Medjugorje, de 1º a 6 de agosto, sobre o tema de João: “Vinde e vede” (Jo 1:39). No texto, Francisco destaca o “não” à cultura do provisório e ao relativismo. 

O Papa destaca ainda que os jovens poderão conhecer uma maneira diferente de viver, que o encontro possibilita encontrar Jesus Cristo vivo, especialmente na Eucaristia e na Reconciliação. “As palavras orientadoras do Festival: “Vinde e vede” (Jo 1,39), dirigidas por Jesus aos discípulos, são uma bênção também para vocês, jovens”, explica o Papa, porque “Jesus também dirige o seu olhar para vocês e os convida a irem e estar com Ele”.

Estar com o Senhor, diz o Papa aos jovens, é dar sentido à vida, Ele faz novas todas as coisas. “Ao encontrar Jesus você se torna uma pessoa nova, e recebe a missão de transmitir esta experiência aos outros, mas mantendo sempre o olhar fixo n’Ele, o Senhor”. Então, o convite do Pontífice é encontrar, de fato, o tempo necessário para estar com Jesus, ir ao Seu encontro, confiar-se a Ele “que é um especialista do coração humano” para encher-se de “Seu Espírito” “e estar pronto para a fascinante aventura da vida”. A ocasião do Festival é justamente este “vir” – isto é, mover-se para Jesus física e espiritualmente – e “ver” – isto é, experimentar o Senhor e, graças a Ele, ver o sentido pleno e definitivo da existência, explicou o Papa.

Maria, modelo do nosso “sim”

O risco a correr e o modelo do qual ficar fascinado, que o Papa propõe aos jovens de Medjugorje, é o de Maria, que com seu “sim” se deixou envolver e arriscou, “sem outra garantia do que a certeza de ser portadora de uma promessa”. Seu “Eis a serva do Senhor” (Lc 1,38) – disse Francisco – é “o mais bonito exemplo que nos fala do que acontece quando o homem, em sua liberdade, se abandona nas mãos de Deus”.

A invocação final é, portanto, a Nossa Senhora: “Maria é a Mãe que cuida de nós, seus filhos que caminham pela vida muitas vezes cansados, necessitados, mas com o desejo de que a luz da esperança não se apague. É isto o que queremos: que a luz da esperança não se apague”.

A Igreja precisa dos jovens

Eis então a mensagem mais forte que o Papa retoma da Christus Vivit – Exortação Apostólica Pós-Sinodal, e devolve aos jovens: “Corram, atraídos por aquele Rosto tão amado, que adoramos na Santa Eucaristia e reconhecemos na carne de nosso irmão sofredor. Que o Espírito Santo o impulsione nesta corrida para frente. A Igreja precisa de seu ímpeto, de suas intuições, de sua fé” (ibid., 299)”.

Créditos: Canção Nova/Vatican News

Outras Notícias

Encontro virtual sobre o Pacto Educativo Global terá mensagem do Papa

Da Redação, com Boletim da Santa SéO Vaticano está retomando as iniciativas do Pacto Educativo Global, que dever...

11/09- Dia de Prevenção do Suicídio: abrir o coração a Jesus, pede o Papa

Dia de Prevenção do Suicídio: abrir o coração a Jesus, pO Papa Francisco várias vezes manifestou sua preocupação com ...

10/09- Novena e Festa da Padroeira neste ano serão celebradas de forma virtual

Novena e Festa da Padroeira neste ano serão celebradas de forma virtualDa redação, com Santuário Nacional de Aparecid...

5 conselhos de São Bento para enfrentarmos a pandemia

“Oque vamos lembrar deste tempo?” perguntou o Papa Francisco sobre a pandemia de Covid-19. “As coisas que nos unem.”N...

Comemorações da festa litúrgica de Madre Teresa são canceladas na Índia

Da Redação, com Vatican NewsAs Missionárias da Caridade de Calcutá tiveram que renunciar este ano às celebrações do 1...

Antes de dar à luz, Santa Mônica já tinha consagrado seu filho a Deus

Nunca é cedo demais para que uma mãe comece a preparar seus filhos para receber as muitas graças de Deus. Isso é clar...