Deus, rico em misericórdia, está pronto para dar um basta naquilo que nos escraviza

Um remédio poderoso para quem se libertar de uma vida pecaminosa


Nós nem sempre pensamos assim, mas o pecado realmente nos escraviza, enquanto a virtude nos liberta.

Às vezes, quando queremos fazer o bem e seguir a vontade de Deus, sentimo-nos sobrecarregados e aprisionados pelos nossos pecados. A escravidão pode até chegar ao ponto de causar cegueira espiritual. Nós, literalmente, não conseguimos “ver” que estamos pecando, e não percebemos o dano que estamos causando a nós mesmos e a toda a criação de Deus.



No livro “O Combate Espiritual”, o Padre Lorenzo Scupoli diz:

“Quando o diabo mantém um homem na escravidão do pecado, seu principal cuidado é cegar cada vez mais os olhos e afastar dele tudo aquilo que possa levá-lo ao conhecimento de sua condição mais infeliz.”

O que começa com um pecado pequeno de repente se torna um pecado maior e assim só vai crescendo de proporção. Scupoli explica:

 “Da cegueira à cegueira mais profunda, do pecado ao pecado mais impuro, sua vida miserável irá rodopiar até a morte, a menos que Deus, por sua graça, intervenha para salvá-lo”.

Um remédio simples (mas poderoso) para libertar-se desta vida de pecado é voltar-se para Deus de todo o coração.

Scupoli aconselha:

O remédio para quem está nesta condição infeliz é estar pronto para dar atenção diligente aos pensamentos e inspirações que o chamam das trevas para a luz, clamando de todo o coração para o seu Criador.”

O autor, então, sugere a seguinte oração:

“Ó Senhor, ajudai-me; ajudai-me rapidamente; não me deixeis mais na escuridão do pecado.”

A oração deve ser repetida várias vezes, implorando a Deus que a Sua misericórdia seja derramada sobre você. A prece também deve ser acompanhada pelo sacramento da Reconciliação. 

Pode parecer antipático, mas este tem sido o caminho de muitos santos ao longo dos séculos. Eles conseguiram iniciar o caminho da conversão depois de se voltarem para Deus, caindo diante dele com lágrimas de arrependimento.

Deus deseja um coração contrito e, como o Papa Francisco diz, ele nunca se cansa de perdoar. Uma vez que a contrição toma conta de uma pessoa, a verdadeira mudança acontece. 


Aleteia

Outras Notícias

O homem que foi ordenado padre pelo próprio filho

Deu na revista O Cruzeiro, de outubro de 1968: “Na catedral metropolitana de São Paulo, um senhor, de idade avançada,...

Quanto custa uma batina?

O texto abaixo foi retirado do perfil no Facebook do recém-ordenado Diácono Allan Victor Almeida Marandola. Trat...

Pai remarca feijoada beneficente para filho de 5 anos após ninguém aparecer

A feijoada que o pai de família Valdeci de Souza Silva preparou com grande sacrifício no conjunto habitacio...

Fé explícita: Pan 2019 teve Ave-Maria e agradecimentos a Deus e Nossa Senhora

Os Jogos Pan-Americanos de Lima 2019 foram encerrados na noite de ontem – e, ao longo da competição, não faltaram mos...

Quais são as vantagens de se casar com seu melhor amigo(a)?

Pesquisadores do National Bureau of Economic Research, em Cambridge, Massachusetts, descobriram que a amizade tr...

Frade de 98 anos comove ao se ajoelhar perante o Santíssimo

O seminarista Ruan Alif registrou no Santuário Coração de Jesus, em Fortaleza, uma cena aparentemente comum, mas que ...