Sábado depois da Epifania

LITURGIA DIÁRIA 12 DE JANEIRO

Primeira Leitura (1Jo 5,14-21)

Leitura da Primeira Carta de São João.

Caríssimos, 14esta é a confiança que temos no Filho de Deus: se lhe pedimos alguma coisa de acordo com a sua vontade, ele nos ouve. 15E se sabemos que ele nos ouve em tudo o que lhe pedimos, sabemos que possuímos o que havíamos pedido.

16Se alguém vê seu irmão cometer um pecado que não conduz à morte, que ele reze, e Deus lhe dará a vida; isto, se, de fato, o pecado cometido não conduz à morte. Existe um pecado que conduz à morte, mas não é a respeito deste que eu digo que se deve rezar.

17Toda iniquidade é pecado, mas existe pecado que não conduz à morte. 18Sabemos que todo aquele que nasceu de Deus não peca. Aquele que é gerado por Deus o guarda, e o Maligno não o pode atingir.

19Nós sabemos que somos de Deus, ao passo que o mundo inteiro está sob o poder do Maligno. 20Nós sabemos que veio o Filho de Deus e nos deu inteligência para conhecermos aquele que é o Verdadeiro. E nós estamos com o Verdadeiro, no seu Filho Jesus Cristo. Este é o Deus verdadeiro e a Vida eterna. 21Filhinhos, guardai-vos dos ídolos.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.


Responsório (Sl 149)

— O Senhor ama seu povo, de verdade.

— O Senhor ama seu povo, de verdade.

— Cantai ao Senhor Deus um canto novo, e o seu louvor na assembleia dos fiéis! Alegre-se Israel em quem o fez, e Sião se rejubile no seu Rei!

— Com danças glorifiquem o seu nome, toquem harpa e tambor em sua honra! Porque, de fato, o Senhor ama seu povo e coroa com vitória os seus humildes.

— Exultem os fiéis por sua glória, e cantando se levantem de seus leitos, com louvores do Senhor em sua boca. Eis a glória para todos os seus santos.


Evangelho (Jo 3,22-30)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 22Jesus foi com seus discípulos para a região da Judeia. Permaneceu aí com eles e batizava. 23Também João estava batizando, em Enon, perto de Salim, onde havia muita água. Aí chegavam as pessoas e eram batizadas.

24João ainda não tinha sido posto no cárcere. 25Alguns discípulos de João estavam discutindo com um judeu a respeito da purificação. 26Foram a João e disseram: “Rabi, aquele que estava contigo além do Jordão e do qual tu deste testemunho, agora está batizando e todos vão a ele”.

27João respondeu: “Ninguém pode receber alguma coisa, se não lhe for dada do céu. 28Vós mesmos sois testemunhas daquilo que eu disse: ‘Eu não sou o Messias, mas fui enviado na frente dele’. 29É o noivo que recebe a noiva, mas o amigo, que está presente e o escuta, enche-se de alegria ao ouvir a voz do noivo. Esta é a minha alegria, e ela é completa. 30É necessário que ele cresça e eu diminua”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Outras Notícias

LITURGIA DIÁRIA 23 DE MARÇO

Primeira Leitura (Mq 7,14-15.18-20)Leitura da Profecia de Miquéias.14Apascenta o teu povo com o cajado da autoridade,...

23/03 - São Turíbio de Mongrovejo, homem apostólico

De origem espanhola, nasceu no ano de 1538. Cresceu muito bem educado dentro de uma formação cristã e humana, estudou...

Consagre o seu dinheiro a Deus

Na Idade Média, muitos mercenários eram batizados em conjunto, em um rio, por exemplo. No ato do batismo, muitos...

LITURGIA DIÁRIA 22 DE MARÇO

Primeira Leitura (Gn 37,3-4.12-13a.17b-28)Leitura do Livro do Gênesis.3Israel amava mais a José do que a todos os out...

22/03 - São Zacarias, Papa

Filho de pai grego, residente na Calábria, foi eleito Papa em 741 e morreu em 752.Ao contrário do seu predecessor Gre...

Adoração, caminho para a nossa cura

A cura física e espiritual de que necessitamos está na adoração Eucarística. Está em nos aproximarmos do trono da gra...