Novo confirma candidatura de Romeu Zema ao governo de Minas Gerais

O partido Novo confirmou o empresário RomeuZema como candidato ao governo de Minas Gerais pela legenda em convenção dodiretório estadual do partido, neste sábado (21), em Belo Horizonte. Elerecebeu cinco votos, sendo escolhido por unanimidade.Paulo Brant foi confirmadocomo candidato a vice-governador na chapa de Zema. E Rodrigo Paiva é ocandidato do partido ao Senado. O partido indicou ainda 23 candidatos adeputado estadual e 37 a deputado federal.

Romeu Zema tenta sua primeiraeleição ao governo de Minas Gerais. O empresário de 53 anos é natural de Araxá,no Alto Paranaíba. Ele é formado em administração pela Fundação Getúlio Vargas,em São Paulo.

Atualmente, é presidente do Conselho do Grupo Zema, conglomeradoda família que possui mais de 400 lojas em Minas Gerais, São Paulo, Goiás, MatoGrosso do Sul, Bahia e Espírito Santo.

Outras Notícias

Mais Médicos abrirá inscrições para profissionais formados no exterior

O Ministério da Saúde decidiu abrir as inscrições do Programa Mais Médicos aos profissionais brasileiros e estrangeir...

Alimentos da cesta básica estão mais caros em 16 capitais brasileiras

O preço dos alimentos da cesta básica aumentou em 16 das 18 capitais brasileiras pesquisadas pelo Departamento Inters...

Prazo para justificar ausência no primeiro turno termina nesta quinta

O prazo para justificar a ausência no primeiro turno das eleições deste ano, realizado no dia 7 de outubro, encerra-s...

Medicamento para hipertensão e controle de edemas pode causar câncer

 Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou hoje (4) um alerta para o aumento do risco de câncer de p...

Crediário e cartão são os maiores responsáveis pela inadimplência

Os principais responsáveis pela inadimplência no país são o crediário (65%) e o cartão de crédito (63%), segundo estu...

Prazo para justificar ausência no segundo turno vai até 27 de dezembro

Os eleitores que não compareceram ao local de votação neste domingo (28) e não justificaram a ausência no segundo tur...