Queda na produção de grãos em 2018 pode encarecer preço da carne

Depois de recordes em 2017, a safra de cereais, leguminosas e oleaginosasde 2018 pode cair cerca de 5,2%. Pelo menos é o que aponta a estimativaapresentada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE.Segundo a publicação, a safra deste ano deve produzir mais de 228 milhões de toneladas,abaixo dos mais de 240 milhões registrados em 2017.

Segundo o levantamento do IBGE, no comparativo com o ano, produções comoa de soja devem alcançar o recorde do ano passado, com cerca de 116 milhões detoneladas, o que representa um aumento de 0,7% em relação ao último ano.

Produções como as de milho e arroz, entretanto, não devem repetir odesempenho do ano passado e podem apresentar quedas consideráveis em 2018. Nocaso do milho, a diminuição deve ficar em torno de 15%, enquanto o arroz deve teruma queda de 7%, segundo o IBGE.

Produção de soja deve aumentar cerca de 0,7%, enquanto milho e arrozdevem cair 15% e 7%, respectivamente Alan Malinski, assessor técnico daComissão Nacional de Cereais, Fibras e Oleaginosas da Confederação daAgricultura e Pecuária do Brasil (CNA), explica que, por conta das condiçõesclimáticas, o início do plantio de soja atrasou e, consequentemente, interferiuna safra do milho. Já as baixas temperaturas na região onde o arroz é plantadocontribuíram para a queda na estimativa de produção.

O impacto dessa queda produtiva deve chegar ao consumidor, que podesentir a mudança no bolso. Na prática, outros itens que dependem dos grãos paraserem produzidos, como a carne, podem ficar mais caros.

“Como a principal cultura que foi prejudicada foi o milho, e o milhochega na mesa do consumidor através da carne de frangos e suínos, nós vemos quesim. Este milho vai chegar mais caro para a agroindústria, para o granjeiro ecertamente a agroindústria vai tentar passar isso para o consumidor final.Então, a chance de nós vermos um aumento nas prateleiras, principalmente paraaves e suínos, existe.”

Ainda de acordo com o IBGE, a diminuição vai ocorrer apesar de um aumentona área plantada. No comparativo com 2017, aumentou em 2,6% a área da soja, ereduziu em 7,3% a área plantada de milho e de 3,6% na área de arroz.

Agência do Rádio

Outras Notícias

Matrículas no Sisu seguem até 28 de junho; participação na lista de espera acaba na quarta

Aprovados no Sistema de Seleção Unificada, o Sisu 2018, já podem fazer amatrícula na instituição escolhida. O prazo s...

Vacina brasileira contra a dengue é patenteada e deve chegar ao mercado nos próximos meses

Governo de SP registra patente da nova vacina contra a dengue. Com oregistro, feito nos Estados Unidos, o Brasil pode...

Operação combate sonegação de até R$ 500 milhões na exportação de Café

Uma operação contra fraude na comercialização de café no interior deMinas Gerais, Distrito Federal e Paraná acontece ...

Preços dos combustíveis diminuem, mas gasolina e álcool estão mais caros que antes da greve

Na última semana, o valor médio do diesel, nos postos de todo o Paíspesquisados pela Agência Nacional do Petróleo, fo...

Bancos farão atendimento por 4 horas em dias de jogos do Brasil na Copa

Agências bancárias vão funcionar por pelo menos 4 horas nos dias de jogosda seleção brasileira na Copa da Rússia. Det...

Café começa a quarta-feira (13) com alta no preço

A saca de 60 quilos do café arábica começou a quarta-feira (13) com altade 0,91% no preço e é vendida a R$ 455,19 na ...