Ex-prefeito de Uberlândia Gilmar Machado é preso em operação da Polícia Federal

O ex-prefeito de Uberlândia, Gilmar Machado, foi preso namanhã desta quinta-feira (12) durante a Operação “Encilhamento” da PolíciaFederal (PF). De acordo com as informações preliminares, as investigaçõesapuram irregularidades envolvendo a aplicação de recursos de institutosprevidenciários em fundos de investimento. Na cidade, além do ex-prefeito,outras três pessoas foram presas incluindo o ex-superintendente do Instituto dePrevidência Municipal de Uberlândia (Ipremu), Marcos Botelho.

As investigações, que contaram com o apoio da Secretaria dePrevidência (SPREV), levam em consideração desvios bilionários em diversosmunicípios. Ao todo são cumpridos 60 mandados de busca e apreensão e 20mandados de prisão temporária. São investigados 13 fundos de investimento emSão Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná, Mato Grosso, Santa Catarina eGoiás.

A assessoria de imprensa do político informou que está seinteirando dos fatos para enviar uma nota oficial. O G1 também tenta contatonesta manhã com a defesa de Botelho.

A apuração começou em Uberlândia e, de acordo com a PF, há aindicação de envolvimento de uma empresa de consultoria contratada pelosinstitutos de Previdência e elementos que apontam para corrupção de servidoresligados a alguns deles. Também há cumprimento de mandado de busca e apreensãona sede do Ipremu, durante esta manhã, no Centro.

No 2º semestre de 2016 foi constatada a existência de R$ 827milhões em apenas oito destes fundos. O dinheiro, ainda segundo a PF, seriadestinado ao pagamento das aposentadorias dos servidores municipais.

Os investigados vão responder por crimes contra o SistemaFinanceiro Nacional, fraude a licitação, corrupção ativa e passiva e lavagem dedinheiro, com penas que variam de dois a 12 anos de prisão, de acordo com a PFem Uberlândia.

Irregularidades no Ipremu

O instituto de Uberlândia já foi alvo de outrasinvestigações do Ministério Público Estadual (MPE) e da Câmara Municipal, queinstaurou uma Comissão Parlamentar de Inquérito no ano passado.

Ainda não há informações se a operação da Polícia Federaltem ligação com essas denúncias anteriores. A CPI dos vereadores concluiu quehouve ilegalidade em diversos investimentos feitos em fundos considerados dealto risco, durante a gestão de 2013 a 2016, uma vez que as aplicações foramfeitas sem a devida qualificação de "investidor qualificado ou profissional"conforme previsto em lei.

Do total das aplicações efetuadas, cerca de R$ 348,6 milhõesestavam alocados em mais de 20 fundos de investimento e, desses, já houve perdatotal ou parcial dos recursos. Ao final, a comissão enviou um relatório para aPolícia Federal e a Promotoria de Justiça para que analisassem todos osdocumentos e tomassem as devidas providências.

Gilmar e o ex-secretário de Finanças do Município, CarlosDiniz, respondem por um processo de improbidade administrativa devido aosproblemas envolvendo o Ipremu.

G1 Triângulo

Outras Notícias

Pesquisa mostra que mais de um quarto dos eleitores votariam nulo ou em branco para presidente

Foi divulgada na sexta-feira (13) uma nova pesquisa com a intenção devoto dos pré-candidatos à Presidência da Repúbli...

Com 228 milhões de toneladas, Brasil colherá a 2ª maior safra de grãos da história

Brasil deve colher, neste ano, cerca de 228 milhões de toneladas degrãos. Divulgado pela Companhia Nacional de Abaste...

Cesta básica fica mais cara em 15 capitais, em junho

Em junho, encher o carrinho do supermercado ficou mais caro em 15 das 20capitais brasileiras pesquisas pelo Dieese. A...

Preços dos produtos primários sobem 24% em um ano

Banco Central registra alta nos preços de produtos primários, ascommodities, com cotação internacional no mês de junh...

Ministério Público de MG investiga relação de Aécio com negócios de grupo de comunicação

Senador Aécio Neves está sendo investigado pelo Ministério Público deMinas Gerais. O órgão quer reunir todos os docum...

Matrículas no Sisu seguem até 28 de junho; participação na lista de espera acaba na quarta

Aprovados no Sistema de Seleção Unificada, o Sisu 2018, já podem fazer amatrícula na instituição escolhida. O prazo s...