19/05 - Fez a Praça de São Pedro com 36 mil palitos e sonha que o Papa a veja

A Torre Eiffel, o Coliseu Romano, a Estátua da Liberdade, o Taj Mahal são alguns dos monumentos universais que um professor colombiano elabora em miniatura com palitos de madeira (palito de dente).

Uma de suas obras recentes é a Praça de São Pedro e sonho em mostra-la ao Papa Francisco durante a visita que o Pontífice fará a Colômbia em setembro.

Alberto Antonio Cruz Serna constrói maquetes com palito de dente desde que tinha 12 anos.

Atualmente, reside na cidade de Puerto Berrío, em Antioquia, ensina ciência natural aos alunos do ensino médio na Instituição Educativa Antonio Nariño e construiu mais de 200 obras com sua técnica peculiar.

Cruz, que é pai de cinco filhos, exibiu suas obras em diversas cidades da Colômbia como Medellín e Barrancabermeja. Também ganhou vários prêmios.

“O que me motiva a construir essas obras com palitos de dente é o desafio. A estrutura fica espetacular. Não é como a madeira que se corta e coloca. Aqui, trata-se de unir palito por palito, ver as longitudes e fazer formas. O grau de dificuldade é mais interessante”, disse o docente de 59 anos ao Grupo ACI.

Cruz revelou que nunca tinha visitado os monumentos que reproduziu com palito de dente. Também não estudou arquitetura ou design. Só pesquisa na Internet e nos livros sobre cada detalhe da obra que quer reproduzir.

Quais são suas ferramentas? Um cortador de unhas e uma cola especial de madeira.

Cruz comentou que sua motivação para construir a réplica da Praça de São Pedro foi porque no final de 2015 soube que o Papa Francisco poderia visitar a Colômbia.

A construção da obra durou 17 meses. Dedicou a esse trabalho cerca de cinco horas diárias e, nos fins de semana, quase o dia todo.

A Praça de São Pedro foi elaborada com mais de 36 mil palitos. Mede 1,80 metros de comprimento e 90 centímetros de largura.

Cruz disse que uma das características mais belas da Praça de São Pedro são as colunas, porque “são como braços que acolhem os católicos de todas as partes do mundo cada vez que o Papa celebra uma Missa ou aparece. A força da praça é como um abraço”.

Paralelamente a esta estrutura, Cruz também fez a reprodução da Torre de Pisa e do Coliseu Romano.

Sobre a visita do Pontífice ao seu país, Cruz indicou que “os colombianos estamos esperando nesse momento a visita do Papa. É fundamental para o processo que estamos vivendo”.

Acrescentou que o Papa é importante para ele porque é católico e sua família também. “Por isso, quem não gostaria de conhecer o Santo Padre? Se é o mais representativo de Deus que temos na Terra. Para os católicos, quem não gostaria de estar ao seu lado?”.

Crua afirmou que gostaria de mostrar a Praça de São Pedro e outras obras em Medellín durante a visita apostólica do Papa Francisco.

“Meu sonho é que, onde o Santo Padre estiver, eu esteja em um cantinho com minhas obras e que ele possa vê-las. Tenho este sonho e é o sonho que quero realizar. Assim, ele estaria comigo apenas alguns segundos”, expressou.

O docente espera que as autoridades políticas e religiosas de Antioquia se interessem por seu trabalho e tenham a oportunidade de exibi-lo. “Eu continuarei perseverando e batendo nas portas”, manifestou.

Cruz disse que em breve o governo de Antioquia visitará a escola onde trabalha e aproveitará a ocasião para mostrar a Praça de São Pedro, a Torre de Pisa e o Coliseu Romano.

Entre seus próximos projetos estão o templo da Sagrada Família de Antoni Gaudí, o Santuário de Nossa Senhora de las lajas e a Catedral de Notre Dame.

 

Fonte: acidigital