A Velha Árvore

Um dia, diante de uma velha árvore torta, num barranco no meio da floresta, havia um pinheiro torto e vergado pelo tempo. O sábio da aldeia ofereceu a sua própria casa para aquele discípulo que conseguisse ver o pinheiro na posição correta.
Não demorou muito para o boato se espalhar.

Até povos vizinhos começaram a chegar para receber aquele premio aparentemente curioso. Todos se aproximaram e ficaram pensando na possibilidade de ganhar a casa e o prestígio dos moradores, mas como seria enxergar o pinheiro na posição correta.

O mesmo era tão torto que a pessoa candidata ao prêmio teria que ser no mínimo um contorcionista.

A começar pelos mais velhos, os mais vividos e experientes, tentavam…

Os jovens escalavam o pinheiro e nada. Até as crianças…

Ninguém ganhou o prêmio e o velho sábio explicou ao povo ansioso, que veria aquela árvore em sua posição correta.

Para vocês verem essa arvore na posição correta, vocês tem que vê-la como uma árvore torta;. Só isso!
Nós temos em nós, esse jeito, essa mania de querer consertar as coisas, as pessoas, e tudo mais; de acordo com a nossa visão pessoal. Quando olhamos para uma árvore torta é extremamente importante enxergá-la como árvore torta, sem querer endireitá-la, pois é assim que ela é.

Se você tentar;endireitar“ a velha árvore torta, ela vai rachar e morrer…
por isso é fundamental aceitá-la como ela é.