Rádio Rainha da Paz

A rádio da familia

O Menino com Câncer

O Menino com Câncer
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Mensagem do Dia

Sally pulou da cadeira quando viu o cirurgião chegar.

– Como está meu filho? Ele vai ficar bom?

O cirurgião respondeu:

– Sinto muito, fizemos tudo o que estava ao nosso alcance. Sally, exasperada, dirigiu-se a Deus:

– Deus, por que as crianças têm câncer? Será que o Senhor não se preocupa com elas? Onde o Senhor estava quando meu filho precisou? O cirurgião, sem saber como responder a isso, disse:

– Uma das enfermeiras sairá para deixar a senhora uns minutos com o corpo de seu filho, antes que o levem para a universidade.

Sally pediu à enfermeira que a acompanhasse enquanto se despedia de seu filho. A enfermeira perguntou se ela queria guardar alguns fios de seu cabelo, e ela aceitou. A enfermeira cortou uma mecha, colocou em uma bolsinha de plástico e deu-a a Sally, que disse:

– Foi ideia de Jimmy doar seu corpo à universidade  Disse que poderia ser útil a alguém. Era o que ele desejava. Eu, a princípio, neguei-me, mas ele me disse: “Mamãe, eu não o usarei depois que morrer. Deixe que ajude uma criança a desfrutar de um dia a mais ao lado de sua mãe.” Meu Jimmy tinha um coração de ouro, sempre pensava nos outros e desejava ajudá-los.

Sally saiu do Hospital Infantil pela última vez. Colocou a bolsa com os pertences de Jimmy no assento do caro, junto a ela. Foi difícil dirigir de volta para casa, e mais difícil ainda entrar na casa vazia. Levou a bolsa ao quarto de Jimmy e arrumou os carrinhos em miniatura e as demais coisas do menino como ele gostava. Sentou-se na cama do filho e chorou até dormir, abraçando seu pequeno travesseiro. Acordou por volta da meia-noite. Junto a ela, havia uma Bíblia. Orou ao Espírito Santo para que seu coração se enchesse de paz.

Com muita fé, abriu a Bíblia, aleatoriamente, no livro da Sabedoria. À medida que lia o texto sagrado, seu coração se enchia de serenidade e gratidão. Eis o texto:

“O justo, porém, ainda que morra prematuramente, encontrará descanso. A velhice venerável não é a de uma longa duração e nem se mede pelo número de anos; o bom senso equivale aos cabelos brancos, uma vida sem mancha, à idade avançada. Agradando a Deus, o justo é amado por ele; vivendo entre pecadores, Deus o transferiu para outro lugar. Foi arrebatado para que a malícia não lhe pervertesse a inteligência, nem o engano seduzisse sua alma. Pois o fascínio da frivolidade obscurece os valores verdadeiros, e a inconstância das paixões transtorna a mente sem malícia. Tendo alcançado em pouco tempo a perfeição, completou uma longa carreira: sua alma era agradável ao Senhor, que por isso apressou-se em tirá-lo do meio da maldade. As pessoas veem isso e não compreendem, e não refletem, em seu coração, que a graça e a misericórdia são para os eleitos do Senhor, e que ele intervém em favor dos seus santos” (Sb 4,7-15).

Daquele instante em diante, Sally louvou a Deus pelo tempo que Jimmy esteve com ela e tomou a firme decisão de ser voluntária em algum hospital especializado no tratamento de crianças com câncer. Seu coração se encheu de paz.

 

Fonte: vozesdapaz

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para O Menino com Câncer

Enviando Comentário Fechar :/